O impacto do início do ano

IPTU, IPVA, DPVAT, matrícula na escola, matrícula na faculdade, clube, carnaval, férias. Os custos de início de ano apareceram e se você perder o controle desses gastos ou não se programou para isso, as chances de passar o ano inteiro pagando essas contas são grandes.

Fazer o orçamento do ano ajuda nesse planejamento, muitas das despesas periódicas ocorrem no início do ano, mas vale colocar no papel seus gastos para não ter um susto lá na frente. Algumas despesas anuais recorrentes são:

  • Os impostos anuais (imposto de renda, IPVA, DPVAT, IPTU, etc)
  • Despesas profissionais (CREA, COREN, CRP, demais entidades de categorias diversas)
  • Despesas com seguros (vida, carro, habitacional)
  • Despesas escolares (matrícula, material, vestibular)
  • Despesas com lazer (férias, carnaval)

O planejamento evita incorrer em endividamento para se pagar essas despesas. Para isso, avalie no ano anterior quanto você gastou nessas despesas e já reserve o valor para o ano seguinte, além de uma reserva de emergência para qualquer imprevisto que possa ocorrer.

Se não deu tempo de se programar para o início deste ano, avalie todos os gastos do mês e corte o que não for necessário para que você possa pagar essas despesas sem precisar recorrer a empréstimos, deve-se fazer uma hierarquia de gastos e priorizar os essenciais e urgentes.

Outro ponto importante é avaliar se vale a pena pagar a vista ou parcelar essas despesas anuais. Se você tem dinheiro para pagar à vista, essa opção será melhor desde quea a taxa de desconto seja maior que 6%. Taxas inferiores a essa é necessário avaliar além da taxa, a quantidade de parcelas.

IPVA, IPTU dão descontos para pagamento à vista. Escolas também dão opção de pagamento adiantado.

Para iniciar um ano tranquilo com suas finanças, comece logo agora a se planejar, pesquisar e sempre buscar melhores opções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *